Família Bender: a história dos primeiros Serial Killers da América

1

A família Bender foi uma família de assassinos em série que possuía uma pousada e uma pequena mercearia em Labette County, sudeste do Kansas, entre 1871 a 1873. A família era composta por: John Bender, sua esposa Elvira Bender, o filho John Jr. e a filha Kate. Existem teorias que John e Kate eram casados.

Acredita-se que eles mataram pelo menos uma dúzia de viajantes antes que seus crimes fossem descobertos e a família fugisse com destino incerto. Após a Guerra Civil americana, o governo dos Estados Unidos mudou os índios de Labette County, Kansas, para um novo território localizado em que acabaria por ser Oklahoma.

John Bender e John Bender Jr. se mudaram para a região que era habitada por índios. Lá, ele registrou 160 acres de terra. John Bender tinha cerca de sessenta anos e falava muito pouco inglês. Quando ele falava, quase ninguém conseguia entender. Elvira Bender, que também falou muito pouco inglês, tinha 55 anos de idade e era tão hostil que seus vizinhos passaram a chamá-la de “diaba”.

John Bender Jr. tinha em torno de 25 anos de idade, era bonito, tinha cabelos castanhos e bigode, falava inglês fluentemente, mas com um sotaque alemão. John estava propenso a rir à toa, o que levou muitos a considerá-lo um “idiota”. Kate Bender, que tinha cerca de 23 anos, era culta e atraente.

Mortes
2

Em maio de 1871, o corpo de um homem chamado Jones, que teve seu crânio esmagado e sua garganta cortada, foi descoberto no ancoradouro Tambor. O proprietário do local foi o primeiro suspeito, mas nenhuma ação foi tomada. Em fevereiro de 1872, os corpos de dois homens foram encontrados, e tinham as mesmas lesões como Jones.

Em 1873, relatos de pessoas desaparecidas que passaram pela área tornaram tão comuns que os viajantes começaram a evitar a fuga. A área foi já amplamente conhecida por ser antro de ladrões de cavalos e assaltantes. Muitos suspeitos eram presos acusados de serem responsáveis por alguns dos desaparecimentos. Entretanto, pela falta de evidências, eles eram rapidamente liberados pelas autoridades. Muitos homens honestos sob suspeita também foram executados por causa dos crimes da família Bender.

Caça aos Benders
3

A queda dos Benders começou no ano de 1873 quando Dr. William York, um médico influente que estava voltando do Fort Scott, Kansas, se hospedou na casa dos Benders, local que ele já tinha visitado anteriormente. York já tinha mencionado o local estalagem ao seu irmão, o Coronel Ed York, antes da viagem. Ele nunca mais chegou a casa.

Pouco tempo depois do desaparecimento do Dr. York, o Coronel chegou a casa dos Bender para pedir explicações sobre o desaparecimento de se irmão. Para escapar da culpa,eles insinuaram que, talvez ele se tivesse arranjado problemas com os indígenas da região. O Coronel acreditou nos Benders e ficou na estalagem para o jantar.

Diz a lenda que depois do jantar, o Coronel York achou um medalhão de ouro que estava debaixo de uma das camas. Ele abriu o objeto e ficou surpreso ao ver imagens da mulher e filha do seu irmão. Ele foi embora do local e no outro dia levou o Xerife e vários policiais para apreender os Benders. Entretanto, já era tarde demais: os Benders tinham fugido. Depois de procurarem em todo o local, foi encontrado 12 corpos enterrados entre as árvores. Dr. William York foi enterrado de ponta-cabeça, que tinha sido enterrado de pernas para o ar, com os seus pés quase expostos.

4

Na revista feita na residência foram encontrados 3 martelos que foram usados como armas dos crimes. Estes martelos estão em um museu feito em homenagem as vítimas desde 1967. Os martelos estiveram em exposição no Museu Bender entre 1967 e 1978.

Não se sabe o que aconteceu com a família Bender após a fuga. O Coronel York, buscando vingança para o seu irmão, usou sua influência militar para organizar uma grande busca pelos assassinos, mas não conseguiu encontrar nada. Muitas pessoas revoltadas com os crimes dessa família, organizaram vários grupos de justiceiros para ajudarem na procura.

A história da fuga dos Benders se tornou lenda durante os próximos 50 anos. Muitas mulheres viajantes eram frequentemente acusadas de parte da família Bender. Aconteceu até de duas mulheres da cidade de Detroit serem extraditadas sob esta acusação, mas o caso nunca foi levado a tribunal.

Fonte: Fatos Desconhecidos
 
Compartilhar Google Plus

Autor Dimensão Medo

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial