O Mendigo


Desde criança sempre me ocorreram fatos estranhos, os quais iam desde sonhos até visões.

Lembro-meo que uma vez falei para minha mãe: - sabia que quando agente morre, não morre de verdade, a gente nasce de novo (para uma criança de quatro anos...).

Tenho várias histórias para contar, mas hoje irei contar uma que me aconteceu recentemente.

Eu tinha um namorado que era muito desligado com a vida. Como ainda estava conhecendo-o, não sabia como ele realmente era. Uma vez quando fui à sua casa, em uma visita ao seu quarto notei que a organização não era um ponto forte e resolvi faze-lo limpar e arrumar tudo, mas no fundo eu sentia o ambiente muito pesado, o ar era sufocante.

Mentalizei uma oração e enquanto ele limpava tudo, fui rezando e sentindo que tudo ficava mais leve.
Quando terminou a limpeza parecia outro ambiente, mais leve, calmo e com uma energia boa. Ele mesmo disse que sentia uma alegria sem explicação. Fui para casa com a missão cumprida.

Mas à noite me aconteceu algo estranho e assustador. E estava deitada na minha cama quando senti algo sufocante em cima de mim. Quando abri os olhos eu vi um homem horrível, parecia um mendigo e tinha um semblante raivoso. Ele me disse para não me meter onde não era chamada, e que o meu ex-namorado pertencia a ele e aos companheiros dele, que bebiam e fumavam juntos.

Eu não conseguia me mexer e as mãos do homem estavam me enforcando. Acreditem, eu estiquei a mão e comecei a segurar forte no pescoço dele. Senti realmente minha mão tocar naquele homem. Então mentalmente pedi ajuda, e já estava com as costas na parede quando por detrás do homem apareceu uma luz muito forte e de dentro dela um rapaz alto que emanava luz do seu próprio corpo. Então ele segurou o “mendigo” e o tirou de cima de mim, sem movimentar a boca, me disse para não me preocupar que aquele ser nunca mais me incomodaria, que seria levado para um lugar onde iria receber ajuda.

Nunca contei isso para o meu ex, mesmo porque acho que ele nunca acreditaria que divide o quarto com estes seres.

Já os vi outras vezes, mas não posso mais me envolver. Cada pessoa faz escolhas próprias para sua vida.
Esses seres estãoi junto com o meu ex-namorado porque ele os alimenta, com pensamentos negativos, cigarros e cerveja.

Quero deixar bem claro que não sou uma fanática religiosa, acredito em Deus e tenho muita fé.
Vejo muitas coisas, para minha sorte a maioria são coisa boa, mas com certeza absoluta, eu sei e posso afirmar que as más também existem e estão presentes em nosso mundo. 

Julie

Compartilhar Google Plus

Autor Dimensão Medo

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial