Misterioso caso de Elisa Lam

o início de 2013 a estudante canadense Elisa Lam, de 21 anos, simplesmente sumiu em Los Angeles, no Estados Unidos; e foi encontrada morta em uma das 4 caixas d’água enormes do hotel onde estava hospedada. O estabelecimento, chamado Cecil Hotel, conta, aliás, com enormes reservatórios, com quase 2,5 metros de altura e 1,2 centímetros de diâmetro cada um, que ficam no terraço do edifício.
Esse fator “técnico”, inclusive, é uma das coisas suspeitas que deixam “em cheque” o laudo da polícia americana, que deu o caso como resolvido ao considerar a morte da estudante como afogamento acidental, até porque os exames da perícia não indicaram drogas ou álcool no corpo da moça. Isso porque, embora as caixas d’água do lugar são estivessem trancadas, seria bastante complicado o acesso ao seu interior já que as tampas são muito pesadas. (Clique para conhecer também a verdadeira história do filme o exorcismo Emily Rose).
4
Essa fato é a principal suspeita que leva muita gente a questionar como a garota foi parar la dentro. Além disso, é preciso levar em conta que foi preciso cortar a estrutura para retirar o cadáver de dentro do reservatório.


O corpo de Elisa, aliás, só foi descoberto porque os hóspedes não paravam de reclamar da pouca pressão da água nos chuveiros e torneiras do hotel. Um funcionário do lugar, então, foi mandando ao terraço para checar o que poderia estar acontecendo.
1

Gravações

As últimas imagens de Elisa foram captadas pela câmera de segurança do elevador doHOTEL, que registraram o momento em que a canadense subiu ao último andar. Mas, ao invés de solucionar o caso, o vídeo mostra algo, no mínimo, bizarro. Isso porque as cenas mostram um comportamento estranho por parte da garota, que parecia perturbada ou coagida.
Como você vai ver abaixo, a canadense começa a apertar todos os botões de comando, uma vez que o elevador não se mexe. Em seguida, ela desiste da ação e começa a gesticular, como se estivesse falando com uma pessoa. Um segundo depois a garota desaparece.
Veja:

Macabro a morte de Elisa Lam
Apesar das autoridades que investigaram a morte acreditarem que Elisa sofria de transtorno bipolar, há quem aposte em opções mais sinistras para explicar o fim da canadense. Isso porque o CecilHOTEL já foi palco de inúmeros acontecimentos estranhos, envolvendo mortes acidentais, suicídios e assassinatos.
Há inclusive, o caso de Elizabeth Short, que foi morta em 1947 e ficou conhecida como “Dália Negra”. A moça teria passado pelo estabelecimento antes de desaparecer e seu assassinato estaria ligado a uma série de aspectos macabros, como rituais satânicos.
2
Essa história teria supostamente inspirado o filme “Água Negra”, que se passa em umHOTEL assombrado, para onde mãe e filha se mudam e acabam descobrindo o corpo de uma mulher afogada no tanque do último andar do prédio. Aliás, só para aumentar as coincidências, as personagens se chamam Dhalia e Cecilia, em referência à garota assassinada que citamos acima e ao próprio estabelecimento.
É por isso que muita gente acha que há aspectos bizarros e até diabólicos por trás de tanto mistério e das coincidências que existem entre a morte de Elisa Lam, de Elizabeth Short e o filme de terror. Afinal, até hoje ninguém explicou de quem a canadense estaria se escondendo ou com quem ela teria falado antes de morrer.
3
Cena do filme “Água Negra”
E você, o que acha do assunto?
Compartilhar Google Plus

Autor Dimensão Medo

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial