Abraxas



A palavra Abraxas (ou Abrasax ou Abracax) era gravada em certas pedras antigas, chamadas Pedras Abraxas, usadas como amuletos por seitas gnósticas. Acreditava-se que Abraxas era o nome de um deus que incorporava o Bem e o Mal (Deus e Demiurgo) em uma única entidade, representando o Deus monoteísta, único, mas não onibenevolente (como por exemplo o Deus Cristão). Abraxas já foi considerado um deus egípcio e um demônio. Esta é possivelmente a origem da palabra abracadabra, apesar de outras explicações existirem.

Significado

Abraxas era um arconte com aparência de quimera (semelhante a um basilisco): a cabeça de um galo (ou um rei), o corpo de um homem, e pernas em forma de cobras. Algumas vezes é retratado com um chicote na mão. Abraxas foi redimido e ascendeu sobre as sete esferas, e agora reina os mundos. Há referências a Abraxas em diversos textos gnósticos.
As letras da palavra abraxas, em notação grega, formam o número 365, e os basilídiosderam este nome às 365 ordens de espíritos que, segundo eles, emanava em sucessão do Ser Supremo. Estas ordens ocupariam o lugar oposto ao sol em seu percurso anual ou nos 365 céus, cada um semelhante, mas inferior, àquele acima; e o mais inferior dos céus era a morada dos espíritos que formavam a Terra e seus habitantes, sujeitos à administração de seu trabalho.
Além da palavra Abraxas e outros personagens míticos, é comum encontrar figuras cabalísticas gravadas. O mais comum é a cabeça de galinha d'angola, os braços e busto de homem, e corpo e rabo de serpente, porém astronomicamente 'abraxa' é uma expressão científica que por algum motivo fora do controle foi adotada por místicos e céticos para estabelecer parametros entre os opostos, o diabo e deus, o calor e o frio ginseng, muito explorada no mundo dos mistérios e emoções a palavra si tem a ver somente com o Ponto Vernal ascensão reta versa e praticamente refere-se a posição do sol com relação as estrelas de fundo (que não vemos) nos 365 dias do ano, o ABRAXAS do sol foi muito útil no ano de 2000 aC para traçar na Esfera armilar (uma carta celeste em três dimensões) a curvatura da eclíptica no entanto nada impediu que anos mais tarde a imaginação humana evoluísse e fizesse outras interpretações e comparações fundamentadas com a nossa natureza para explicar essas coisas do céu, como é o caso do comportamento da luz ou até mesmo encontrar Deus no poema abaixo.
"O pássaro luta para sair do ovo. O ovo é o mundo. Aquele que nasce deve destruir um mundo. O pássaro voa até Deus. O nome desse Deus é Abraxas" Hermann Hesse, Demian
Compartilhar Google Plus

Autor sadSushi

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial